Artigos relacionados

Um comentário

  1. 1

    Aldi

    Oi Luciano, estou com voce8 e ne0o abro, a nossa patria este0 onde somos amdoas. Hoje tenho 43 anos de idade,e destes 23 foram vividos na Italia e 2 em Paris .Mas amo o Brasil e aec me sinto amada.A cada dois ou tres anos aparee7o por ai, assim como quem ne0o quer nada, deixando aqui filhos, marido, trabalho e vou ao Brasil dar uma olhadinha, na esperane7a de ver coisas melhores,para depois voltar aqui e poder dizer a meu marido: o Brasil mudou agora de0 pra viver le0 com mais tranquilidade, educar nossos filhos no mesmo nivel que educamos aqui na Europa, e ale8m do mais gozar deste clima maravilhoso que sf2 o nosso Brasil tem.Por isto estive aec neste me8s de novembro e estava mesmo com as melhores das intene7oes,a ideia era levar para o Brasil um pouco mais das artes que se aprecia por aqui,porque ne0o?Moral da favola, conversei com muita gente do setor, visitei inumeras galerias de artes ..Resultado: sf2 gente disiludida,dizendo que ainda ne0o e8 o momento do Brasil, e que a maioria dos Brasileiros, quando tem algum dinheiro sobrando, compram carro novo, roupas de marca, comida . Ne0o visitam galerias de arte, e que quando devem comprar uma obra de arte somente para a decorae7ao do proprio apartamento, compra a cf2pia porque tanto e8 a mesma coisa .E que por este motivo as galerias cada vez mais diminuem.E assim o meu contributo ao Brasil neste sentido, vai esperar um pouquinho mais. E nestas minhas andane7as, passando pela Alameda Lorena em Sao Paulo na semana passada, virando a esquina un carinha baixinho, magrinho, passa por mim e me pede o meu relogio, e eu disse que ne0o o dava, ele continuou avante pela estrada dele e eu continuei alec parada tendo de socorrer minha irme0 que naquele momento teve um ataque de panico pela minha reae7ao. Ela e todos que por ali passavam diziam que o homem poderia ter me matado, porque ne0o estreguei o relogio. Por este motivo aec vai o meu contributo ao Brasil gente, deixem de viver neste clima de terror, que quando algue8m te pede alguma coisa pelas ruas, tem que de0 porque se ne0o morre sem nem perceber que ele ne0o tinha nenhuma arma. Precisa combater,com atene7ao e8 claro, e se te e8 possivel reaja. Onde je0 se viu um paecs deste? Um abrae7o e muito obrigada, de mais uma Refugiada e8tica.

    Responder

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

® 2014 - 2019 | Diario de Teófilo Otoni | Desenvolvido por Xvelox